Onze anos de prisão para homem que participou em assalto violento em Moreira de Cónegos

  • Publicado em Sociedade

O Tribunal Judicial de Guimarães condenou esta quinta-feira a 11 anos de prisão um homem que participou num assalto violento a uma residência em Moreira de Cónegos, de que resultou na morte de um morador septuagenário.

O arguido, de 31 anos e detido em janeiro de 2016 na Roménia, foi condenado por dois crimes de roubo e por um de sequestro. O tribunal aplicou-lhe ainda a sanção acessória de afastamento do território nacional.

Sublinhou que o arguido já tem um "vasto histórico criminal" por crimes da mesma natureza e enfatizou o facto de ter participado no assalto em Moreira de Cónegos poucos dias após ter entrado em Portugal.

Em causa está o assalto a uma residência em Moreira de Cónegos, registado a 9 de abril de 2013, imputado pelas autoridades a este arguido e a mais duas pessoas. Os restantes suspeitos foram detidos em setembro de 2016, na Alemanha, e os serão julgados posteriormente.

Segundo o tribunal, os suspeitos introduziram-se naquela casa durante a noite, com a finalidade de roubar. No interior, encontravam-se um homem de 77 anos, a sua mulher e uma empregada doméstica.

O homem foi espancado, amordaçado e amarrado à cama, acabando por morrer sufocado. A empregada também foi violentamente agredida e fechada num anexo da habitação. As vítimas só foram encontradas no dia seguinte por uma funcionária de um centro social que ali ia entregar o almoço.