GNR de Guimarães identifica suspeitos e recupera objetos furtados em cemitérios do concelho

  • Publicado em Sociedade
Suspeitos, de 25 anos, residem em Abação e Urgeses

Dois homens de 25 anos, desempregados e residentes em Abação e Urgeses, foram esta quinta-feira de manhã constituídos arguidos por suspeita de furto de objetos em cemitérios nas freguesias de S. Faustino, Selho S. Cristóvão e Nespereira, do concelho de Guimarães.

A ação criminosa levada a efeito pelos suspeitos ocorreu entre os dias 04 e 09 de dezembro. Além dos danos causados em sepulturas, foram furtadas várias quantidades de objetos em metal que as ornamentavam, que ascendem a elevados prejuízos.

A intervenção do Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Guimarães permitiu efetuar a recuperação de vasta quantidade de candeeiros em latão, cujo peso ascende a mais de 80 KG, que os agora arguidos haviam inicialmente escondido em local ermo, procedendo seguidamente à sua venda a sucateiro do concelho de Guimarães, onde os objetos foram apreendidos. Verificou-se ainda que grande parte das peças se encontra danificadas, sendo que as que permanecem em bom estado vão ser entregues aos seus legítimos donos.

Prosseguem as diligências de investigação com vista à recuperação dos objetos ainda em falta, bem como angariação de outros elementos probatórios.