Noite do Pinheiro provocou 32 intoxicações alcoólicas

  • Publicado em Sociedade

As intoxicações por excesso de álcool na noite do Cortejo do Pinheiro ultrapassaram este ano as três dezenas, superando a média da última edição, de acordo com informação prestada pela corporação de Bombeiros de Guimarães. Furtos, agressões e uma montra partida também marcaram a primeira noite nicolina.

Os Bombeiros Voluntários transportaram ao Hospital de Guimarães 32 pessoas com excesso de álcool, na sequência de intoxicações verificadas na noite do Pinheiro. O dado só é novo, pelo simples facto de ter aumentado em relação aos números do ano passado, onde se verificaram 26 ocorrências.

Das 20 horas de quinta-feira até às 06:30 desta sexta-feira, a corporação vimaranense tinha transportado ao hospital mais de três dezenas de pessoas por excesso de bebida, além de ter sido chamada para prestar assistência a duas agressões, que provocaram feridos ligeiros.
 
A noite do Pinheiro ficou ainda marcada pela quebra de uma montra de loja situada num centro comercial. A PSP de Guimarães registou ainda a ocorrência de várias agressões e alguns furtos no decurso do cortejo.
 
{sapo}aHNf6sUW18ilmJSqfD1p/mov/1{/sapo}