Azurém. Pedro Arezes preside à Escola de Engenharia da UMinho

  • Publicado em Educação

O professor catedrático Pedro Arezes toma posse esta quarta-feira, 2 de outubro, como presidente da Escola de Engenharia da Universidade do Minho (EEUM). A cerimónia conta com o reitor Rui Vieira de Castro e decorre às 15h00, no auditório B1.10 do campus de Azurém, em Guimarães. Para o triénio 2019/22, Pedro Arezes vai ter como vice-presidentes os professores Maribel Yasmina Santos, Estela Bicho e António Vicente.

Pedro Arezes nasceu há 47 anos em Barcelos e vive em Guimarães. É doutorado em Engenharia de Produção e Sistemas pela UMinho, tendo desenvolvido trabalhos de pós-doutoramento na Universidade Técnica de Delft (Holanda), no MIT – Instituto de Tecnologia de Massachusetts e na Universidade de Harvard (ambos nos EUA). É diretor do Programa MIT Portugal desde 2016 e investigador convidado do MIT e da Universidade de Harvard, tendo ainda sido professor convidado em várias universidades portuguesas e estrangeiras. Na UMinho dirige ainda o Laboratório de Ergonomia desde 2003 e um grupo de investigação no Centro Algoritmi. Por outro lado, coordenou e colaborou em mais de 50 projetos de I&D e com a indústria, tem mais de 100 artigos em revistas internacionais indexadas, foi convidado para uma centena de palestras (metade no estrangeiro) e já foi premiado em países como Brasil, Turquia e Espanha. É vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Higiene e Segurança Ocupacionais, está no board de eventos de referência mundial na área e é igualmente avaliador em painéis da Fundação para a Ciência e Tecnologia e da Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior.

Desde a sua fundação, em 1975, a Escola de Engenharia da UMinho tem-se empenhado no ensino, na investigação e na ligação à sociedade, formando engenheiros e investigadores de reconhecida qualidade, colaborando com o tecido económico e afirmando-se como um polo de referência nacional e internacional. A EEUM possui nove departamentos (Engenharia Biológica, Civil, Eletrónica Industrial, Mecânica, Polímeros, Têxtil, Informática, Produção e Sistemas, Sistemas de Informação) e nove centros de investigação, servidos por 266 docentes de carreira, 74 investigadores e 80 trabalhadores não docentes. No ano letivo 2018/2019 teve 6621 estudantes, distribuídos por uma licenciatura, 15 mestrados integrados, 25 mestrados e 24 programas doutorais. O site oficial é www.eng.uminho.pt.