Ivo Vieira: «Fomos melhores e mais competentes em todo o jogo»

  • Publicado em Desporto
Técnico abordou o triunfo diante o Ventspils

O técnico do Vitória mostrou-se bastante satisfeito com o desempenho da sua equipa diante o Ventspils, após o triunfo por 0-3 na Letónia. Contudo o técnico lembrou que ainda há um segundo jogo para disputar em Guimarães, para garantir a presença no «play-off» da Liga Europa.

“Defrontámos um adversário que eu sinto que somos melhores e fomos melhores e mais competentes em todo o jogo, mas não há jogos fáceis. Temos que motivar os jogadores para estarem concentrados em todos os jogos. Tiveram um desempenho fantástico, alguns dos que estiveram na Feira e não estiveram cá, também estiveram muito bem, e só em equipa é que só consegue conquistar alguma coisa”, disse Ivo Vieira.

“É uma vitória justíssima, podíamos ter feito mais três ou quatro golos, criámos imensas situações de golo, podíamos ter sofrido um ou outro, mas pelo que aconteceu e pelo que os jogadores fizeram é mais do que merecida esta vitória. Estamos, no entanto, conscientes que falta a segunda mão e não podemos achar que as coisas estão conquistadas. Tudo pode acontecer, vamos lutar para que as coisas corram a nosso favor”, realçou.

O técnico abordou igualmente a sobrecarga de jogos. “A equipa tem os processos bem adquiridos, bem assimilados, joga bem, quando tem de jogar menos bem assume esse comportamento, muitas vezes não dá para jogar só com qualidade. É gratificante as equipas estarem na posição do Vitória, é muito bom para o Vitória, para os vitorianos e para o futebol português. Vamos lutar sempre pelos resultados e para um futuro com mais dificuldade. Vamos chegar sexta-feira ao fim da tarde, sábado descansamos, jogamos no domingo [em Vila do Conde, com o Rio Ave], há sacrifício, empenho, mas não há máquinas, há seres humanos e temos que fazer a gestão da melhor forma e temos de ser competentes. Os jogadores têm dado uma resposta fantástica".

“Uma palavra para os nossos adeptos que estiveram aqui, que vieram apoiar a equipa tão longe. São realmente uns conquistadores, todos juntos vamos ser mais competitivos e mais competentes”, concluiu o técnico do Vitória.