SAD do Vitória elege novo conselho de administração em 30 de julho

  • Publicado em Desporto

A SAD do Vitória vai eleger em 30 de julho o novo Conselho de Administração.

Desde a sua criação, em 10 de abril de 2013, o Conselho de Administração da SAD vitoriana foi liderado por Júlio Mendes, mas em virtude da sua demissão da presidência do clube, em 27 de maio de 2019, e da marcação das eleições do clube para 20 de julho, a SAD vai conhecer os seus novos administradores numa Assembleia Geral que vai decorrer no Estádio D. Afonso Henriques.

Os estatutos da SAD indicam, no artigo 15.º, que o Conselho de Administração tem de ter entre três e sete elementos e que o seu presidente tem de ser indicado pelo Vitória, detentor de 40% do capital social, avaliado em 4,5 milhões de euros - o acionista maioritário é Mário Ferreira, com 57% do capital.

O titular do cargo vai ser, por isso, decidido pela lista vencedora das eleições de 20 de julho: há três, encabeçadas por António Miguel Cardoso (lista A), Miguel Pinto Lisboa (lista B) e Daniel Rodrigues (lista C).

Além dos membros do conselho de administração, os acionistas vão escolher também a composição da Mesa da Assembleia Geral, o Fiscal Único e o seu suplente e ainda a Comissão de Vencimentos para o triénio entre 2019 e 2022.

Os membros da SAD vitoriana vão ainda decidir a remuneração dos elementos dos órgãos sociais e votar uma proposta de "distribuição de um montante correspondente a 3% do resultado líquido de cada exercício" aos funcionários da entidade.