Vitória diz que Sporting falhou «solução credível» para saldar dívida de Raphinha

  • Publicado em Desporto
Clube interpôs um processo a pedir a insolvência da SAD leonina

O Vitória justificou o pedido de insolvência da SAD do Sporting, com a incapacidade dos «leões» em apresentarem uma "solução credível" para saldar a dívida pelo jogador Raphinha.

O clube interpôs  um processo no Juízo de Comércio de Lisboa a pedir a insolvência da SAD leonina, face ao atraso no pagamento de cerca de quatro milhões de euros relativos à transferência de Raphinha para Alvalade no verão de 2018 - o valor total do acordo é de 6,5 milhões.

Numa nota publicada no sítio oficial e assinada pelo presidente Júlio Mendes, a SAD vimaranense afirmou que a SAD do Sporting está numa "situação de incumprimento contratual", que se "agravou há sensivelmente dois meses", e criticou os responsáveis leoninos por se terem limitado a adiar o problema até agora.

"[A Sporting SAD] Mais não fez do que protelar a situação sem que seja verdade que tenha apresentado qualquer «solução de curto prazo» credível, atuando com um profundo desrespeito pela nossa instituição", lê-se.

O comunicado dos vitorianos surgiu após as declarações de um dos vice-presidentes do Sporting, João Sampaio, a criticar o Vitória por ter preferido o "histerismo público", em vez da "solução de curto prazo proposta".

Em resposta à acusação de "histerismo", a SAD vitoriana disse ter aguardado "serenamente até ao dia de hoje (quarta-feira) para que o assunto fosse resolvido" e vincou que "não pode consentir que o incumprimento de uns interfira na sustentabilidade financeira de outros".

"A Vitória SAD não aceitará que coloquem em causa a seriedade e idoneidade construídas ao longo dos últimos anos e continuará firme na defesa intransigente dos interesses do clube", refere a nota, na qual se lê ainda que não se confunde "alguns dos responsáveis da Sporting SAD" com a instituição Sporting.