Luís Castro quer «ambição» para vencer «jogo difícil» em Tondela

  • Publicado em Desporto
Desafio agendado para sábado

O treinador Luís Castro afirmou hoje que o Vitória vai defrontar o Tondela com a "ambição" de vencer, apesar de esperar muitas dificuldades no jogo de sábado, da 21ª jornada da Liga.

O técnico vitoriano assinalou que a equipa conseguiu, na ronda anterior, um "resultado positivo" diante do FC Porto (0-0), tendo até em conta o "que foi o jogo", mas frisou que a semana que antecedeu a deslocação à Beira Alta serviu para "trabalhar coisas" que não estiveram tão bem frente aos ‘dragões' e cimentar a "ideia de jogo", de forma a ter uma equipa pronta para somar mais três pontos.

"A equipa preparou-se bem e tem como ambição ganhar o jogo, sabendo que o contexto é muito difícil", disse Luís Castro, na conferência de imprensa de antevisão à partida, agendada para as 20:30 horas.

Apesar de o Tondela ocupar o 12º lugar na tabela, com 20 pontos, Luís Castro considerou que a equipa treinada por Pepa fez um jogo "muito agradável" na última jornada, frente ao Rio Ave (2-2), e tem uma forma de jogar "estável", revelando-se forte nos cruzamentos e nas bolas paradas.

"O Tondela progride muito sobre os corredores, com cruzamentos diretos para a área e muitas unidades na zona de finalização. Nos esquemas táticos, tem um padrão muito eficaz e tem conseguido vários golos. Há tarefas que temos de desempenhar bem para colocarmos obstáculos ao melhor do Tondela", explicou.

O técnico quer também que os pupilos aproveitem as "suas melhores capacidades" para fazerem golos, até porque, no seu entender, o Vitória, sexto classificado, com 32 pontos, precisa de nivelar a produção ofensiva e o rendimento defensivo, uma vez que tem a terceira melhor defesa da prova, com 19 golos sofridos, atrás de FC Porto (11) e Sporting de Braga (17), mas apenas o nono melhor ataque, com 24 marcados.

"Equipas que conseguem defender assim têm de ser muito rigorosas e competentes, mas vamos tentar equilibrar-nos na tarefa ofensiva para aumentarmos o número de pontos", disse.

Questionado sobre o objetivo «europeu» do clube, na sequência das declarações do presidente vitoriano, Júlio Mendes, afirmando que o quarto lugar ainda é possível, o treinador disse que a sua equipa quer atingir a Liga Europa, mas é apenas uma das quatro formações "envolvidas nesse objetivo".

Luís Castro frisou, porém, que o Vitória trabalha para ser "uma equipa que cada vez mais espelhe em campo a sua massa adepta", com "humildade, determinação, espírito de sacrifício e vontade de vencer", e tem outros objetivos que estão "muito além" dos resultados desportivos.

"No meu entendimento, uma instituição vai muito além dos resultados obtidos numa época. Ela vale pelo seu poder social na comunidade em que está inserida, pela dinâmica da sua massa adepta, pela história ao longo de anos e anos e pelos seus projetos para o futuro", assinalou.

O Vitória, sexto classificado da Liga, com 32 pontos, defronta o Tondela, 12º, com 20, às 20:30 de sábado, no Estádio João Cardoso, em Tondela.