Vitória. Pedro Martins prevê mais quatro ou cinco reforços

  • Publicado em Desporto
Técnico esteve na inauguração de um novo espaço no Estádio D. Afonso Henriques

O treinador do Vitória, Pedro Martins, disse esta terça-feira que a equipa deve receber mais "quatro ou cinco elementos" para o meio-campo e para o ataque até fechar o plantel.

O novo técnico dos vimaranenses admitiu, após a saída de jogadores como os médios Cafú e Otávio e o extremo Licá, habituais titulares na época passada, que a equipa "tem mais lacunas" do meio-campo para a frente, pelo que vai tentar solucionar o problema com novos jogadores ou até com a equipa B.

"Muitos jovens vão ter a possibilidade de fazer a pré-época. A partir daí, analisaremos quais as reais necessidades. Há jogadores que vão fazer parte e vamos fazer uma avaliação no final", disse, à margem da inauguração do ginásio no Estádio D. Afonso Henriques.

O técnico avançou mesmo que os extremos Raphinha, Tyler Boyd, Vigário, bem como a ponta de lança Areias, que alinharam no ano passado na equipa B, vão cumprir a pré-época com a formação principal, que dificilmente terá o plantel fechado até ao início dos trabalhos, a 01 de julho.

"Isso é sempre o que nós idealizamos, mas tenho a noção que não é fácil. Até lá, não iremos fechar completamente o plantel", reconheceu, frisando que o "mercado não está tão aberto como era normal", devido ao Euro2016 e também aos Jogos Olímpicos Rio2016.

Pedro Martins, porém, garantiu que existe "um critério bem definido" para encontrar, no mercado, "um perfil de jogador que se identifique com o clube e com a realidade do futebol português" e que se destaque pela "qualidade", com o intuito de "fazer um plantel forte".

"Já estive em equipas com projetos de equipa B, e encontrei jovens jogadores com muita experiência e capacidade. Aqueles que tiverem qualidade, independentemente da idade, são aqueles que evidentemente vão defender as cores do nosso clube", considerou.

O antigo técnico de Marítimo e Rio Ave mostrou-se igualmente preparado para eventuais saídas, até porque "os clubes em Portugal têm necessidade de vender sempre ativos", tendo ainda dito que gostaria de contar com Henrique Dourado, melhor marcador vitoriano em 2015/16, com 12 golos.

"Gostaria, mas sei que não é fácil. Se não o conseguirmos, estamos no mercado à procura da melhor solução, e tenho a certeza de que a encontraremos. Neste momento, já temos o Soares, o Ricardo Valente e o próprio Areias, que nos dão garantias", afirmou.