Moreirense leva «Caso-Pato» à FIFA

  • Publicado em Desporto

O Presidente do Moreirense, depois de prolongado impasse, levou o «Caso-Pato» à FIFA. Ernesto Fernandes espera agora poder utilizar o jogador num espaço de duas a três semanas. Em declarações à GMRtv, o líder do Moreirense aborda, também, o momento por que atravessa a equipa na II Divisão de futebol.

O Moreirense solicitou à FIFA a urgente resolução do «Caso-Pato», um uruguaio que está impedido de actuar pelo clube de Moreira de Cónegos devido a problemas administrativos.

O jogador foi contratado esta época pelo Moreirense, mas ainda não teve oportunidade de se estrear no campeonato. A utilização de Pato está suspensa, dado que o seu anterior clube alega que Pato tem contrato assinado com ele. Mas o futebolista já não representa o emblema romeno há... dois anos!
 
O Moreirense quis resolver o caso pela via diplomática, mas a paciência esgotou-se. Isso mesmo revelou à GMRtv, Ernesto Fernandes, no final do jogo realizado em Santo Tirso. Em paralelo, o líder dos «cónegos» abordou o início de época do Moreirense. Este domingo, a equipa recebe o Portosantense, a partir das 15:30 horas.
 
{sapo}6gHNAb60ev1o5ZAl6I4w/mov/1{/sapo}