Guimarães projeta Feira Afonsina pelo cunho cultural e histórico (vídeo)

  • Publicado em Cultura
De 21 a 24 de junho

O Município de Guimarães vai realizar este ano a “Afonsina 2019”, um programa de dois fins-de-semana, com a 1ª edição das Jornadas Históricas a 15 de junho e a “Feira Afonsina” de 21 a 24 de junho.

As alterações introduzidas no evento visam aprofundar o cunho cultural e histórico da iniciativa, cimentando a posição da Feira Afonsina como o evento nacional de recriação mais comprometido com a qualidade dos seus conteúdos, a maior exatidão possível e a melhor experiência para quem visita Guimarães.

“Ao longo destas edições da Feira Afonsina nunca houve uma igual à anterior, temos tentado fazer sempre alterações para melhor. Este é um evento lúdico, mas também queremos passar a mensagem às pessoas como era a vida na idade média, com um cunho cultural e histórico”, salientou a vice-presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Adelina Pinto, na conferência de imprensa realizada esta terça-feira, 28 de maio, onde foi revelado o programa da “Afonsina 2019”.

Uma das novidades é a realização das Jornadas Históricas, no dia 15 de junho, em colaboração com o historiador Amaro das Neves, a Sociedade Martins Sarmento, a Casa de Sarmento e Paço dos Duques. Em representação da Comissão Organizadora, Isabel Fernandes destacou a exploração do conhecimento científico num evento que reunirá as universidades e também a participação de jovens investigadores.

O último dia da Feira Afonsina está associado, ainda, às comemorações do Dia Um de Portugal, com a realização das Cerimónias do 24 de junho, que contará com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Jornadas Históricas (15 de junho)

As Jornadas Históricas serão um evento científico que tem como objetivo dar visibilidade às investigações que se vêm produzindo sobre a época medieval e moderna, facultando também aos jovens investigadores a oportunidade de apresentarem e publicarem os seus trabalhos.

Na sua primeira edição, as Jornadas incidirão sobre a temática da Feira Afonsina de 2019 – Egas Moniz, o Aio, onde serão apresentados trabalhos sobre a figura de Egas Moniz e a sua contribuição para a história e simbologia da Fundação da Nacionalidade. Contarão ainda com estudos sobre práticas médicas medievais, a Colegiada de Guimarães, a influência do Foral de Guimarães na Carta de Privilégios de Braga de 1402 e uma reflexão sobre feiras, mercados e festas medievais e as suas recriações contemporâneas.

Feira Afonsina (21 a 24 de junho)

Sob o tema “Egas Moniz – o Aio”, a edição deste ano da Feira Afonsina contempla os espetáculos “A Lenda de Egas Moniz”, a serem exibidos nos dias 21, 22 e 23 de junho, sempre às 22 horas, no Campo de S. Mamede. O programa (anexo) apresenta várias atividades para o público, com a recriação d a Aldeia como epicentro do comércio, com o povo a fazer negócios e vender o seu produto na Praça, na encosta do Castelo de Guimarães.

Numa parceria com a Associação Vimaranense de Hotelaria, a Câmara Municipal de Guimarães leva ainda às principais ruas e praças do centro histórico (Rua da Rainha Dona Maria II, Largo da Oliveira, Praça de São Tiago, Rua de Santa Maria, Largo Martins Sarmento) um vasto programa de animação: música, teatro, dança e personagens preencherão os espaços de folia e boa disposição.

 

[ Formato Sapo.pt ]

 

[ Formato YouTube.com ]