Pavilhão Multifuncional será construído na Escola de Igreja de Sande S. Martinho

  • Publicado em Concelho
Projeto foi apresentado na reunião descentralizada do Executivo Municipal

Na Reunião Descentralizada do Executivo Municipal, que teve lugar esta quinta-feira no Edifício Sede da Junta de Freguesia de Sande S. Martinho, os serviços técnicos da área de projeto da Câmara Municipal de Guimarães apresentaram o que será o futuro Pavilhão Multifuncional da Escola de Igreja. O projeto inicial proposto pela Junta de Freguesia à Câmara Municipal foi, por decisão do Presidente da Câmara, Domingos Bragança, alvo de alterações com vista a que sejam acrescentadas novas valências.

O projeto, que assume uma relevância estratégica inquestionável, cumprirá o papel de atender às necessidades primárias do estabelecimento de ensino, permitirá dotar a freguesia de atividades complementares (fora do horário escolar) e funcionará como um edifício multiusos que possa responder às mais diversas solicitações (desporto, festas, concertos, congressos). Está prevista a existência de uma área ampla, balneários, gabinetes e bancada. O futuro equipamento estabelecerá uma relação entre o seu interior e exterior, bem como de proximidade com os equipamentos adjacentes, permitindo a individualização dos espaços e evitando a promiscuidade de espaço público e privado.

No final da reunião, Domingos Bragança disse à imprensa que, ainda que o Pavilhão sirva a Escola de Igreja, será dotado de condições que permitam ser utilizado como espaço para eventos desportivos, culturais e sociais, servindo, dessa forma, toda a comunidade de Sande S. Martinho. "Este equipamento será dotado das condições acústicas necessárias para fazer dele também um equipamento para apresentação de espetáculos culturais e de outra índole que assim o exija. Será um espaço multifuncional que vai requer a aprovação de várias entidades como a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, o IPDJ e a Câmara Municipal, entre outras", disse Domingos Bragança.

Ainda a propósito de obras, o Presidente da Câmara disse estar a tentar encontrar uma solução conjunta com a Comissão Fabriqueira para que o acesso à Igreja possa ser feito com maior segurança, evitando os perigos da proximidade da entrada principal com a EN101. "São esforços conjuntos que beneficiarão a população local e que, em conjunto com o projeto de centralidade que queremos viabilizar para Sande S. Martinho, com arruamentos requalificados, repavimentações, novos passeios e zonas ajardinadas, proporcionam uma nova realidade no espaço público confinado pela Igreja, Escola e Junta de Freguesia", concluiu.