IP investe 2,5 ME para melhorar acessos ao AvePark e A11 em Guimarães (vídeo)

  • Publicado em Concelho
Desnivelamento da rotunda de Silvares foi apresentado pela Infraestruturas de Portugal

A Infraestruturas de Portugal vai investir 2,5 milhões de euros no desnivelamento da rotunda de Silvares, para melhorar “as condições de acessibilidade, circulação e segurança" nos acessos ao AvePark e à A11.

Inserida num projeto de valorização das acessibilidades às áreas empresariais que está a ser implementado por aquela empresa pública, terá, segundo explicou o responsável pela Infraestruturas de Portugal (IP), José Faísca, o prazo de execução de "aproximadamente de nove meses", pelo que se aponta como data de conclusão da obra "o final de 2019".

"Com esta intervenção pretendemos melhorar as condições da acessibilidade, circulação e segurança, permitir o acesso direto à autoestrada A11 e a Guimarães, a partir do AvePark, e separar o tráfego com destino à Estrada Nacional 206 e zonas industriais envolventes", afirmou o responsável.

Segundo descreveu José Faísca, "atualmente há uma circulação intensa independentemente da hora, há uma difícil convivência entre veículos ligeiros e pesados, o pavimento apresenta-se deteriorado e há a existência de três pontos de potencial conflito que condicionam a fluidez do tráfego na atual rotunda".

Tendo em conta "que as projeções apontam para um aumento do tráfego de 30% em 20 anos, um agravamento das condições da circulação atual e a degradação da infraestrutura", acrescentou o responsável, a obra apresentada tem um "caráter essencial" para o acesso àquela zona industrial.

Com o desnivelamento, a IP apontou uma "redução de 30% do tráfego à superfície, melhoria das condições atuais, em particular no acesso à A11, e uma redução dos entrecruzamentos na rotunda".

A obra prevê assim "a separação do cruzamento de nível dos eixos A11-EN 2016 e A11-Guimarães, a diminuição dos tempos de espera nas saídas de Guimarães, A11 e EN 206, a manutenção do atual enquadramento paisagístico e da circulação na rotunda durante os trabalhos".

O responsável avisou, no entanto, "que o tráfego sofrerá algumas condicionantes, como é normal em qualquer obra e corte de trânsito em algum momento pontual". Será ainda feita uma nova passagem pedonal aérea, com um "tabuleiro em arco e sem o pilar no separador central".

Para o presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, "esta é uma obra importante" para o concelho. "Esta será a primeira obra no âmbito do protocolo assinado em 2017 com o Governo para intervenção do AvePark, seguindo-se depois a construção de uma nova rotunda na Vila de Ponte e a também protocolada via de acesso ao AvePark", enumerou o autarca.

 

[ Formato Sapo.pt ]

{sapo}cic4tTudZdtonpKkWqq1{/sapo}

 

[ Formato YouTube.com ]