PJ do Porto investiga rapto em S. Torcato

  • Publicado em Concelho

Um menor de 14 anos desapareceu ontem de manhã, na Vila de S. Torcato. Ao início da noite de 22 de Novembro 2007, a adolescente foi encontrada abandonada no Monte da Ribeira (foto), local onde já marcou presença a Polícia Judiciária do Porto, que iniciou as investigações ao caso. A menor recupera agora do susto.

A Polícia Judiciária do Porto está a investigar um alegado rapto de uma adolescente de 14 anos que desapareceu em S. Torcato na manhã desta última 5ª feira.

A menor foi encontrada sozinha no Monte da Ribeira, depois de ter sido abandonada pelo alegado raptor, um homem na casa dos 30 anos.A adolescente terá sido raptada por volta das 10 e meia da manhã. Ao final da tarde, pelas 17:30 horas, o pai deslocou-se ao posto da GNR de S. Torcato para comunicar o desaparecimento da filha.
 
Ao início da noite, o suposto raptor abandonou a adolescente de 14 anos em parte incerta no Monte da Ribeira. Um contacto telefónico para o telemóvel do pai permitiu a comunicação de coordenadas fornecidas pela filha, o que facilitou a sua localização.
 
GNR e familiares da menor encontraram-na em estado de choque e com escoriações na face, depois de ter sido supostamente molestada pelo raptor. A adolescente disse não ter sido abusada sexualmente. Esta sexta-feira, vão ser efectuadas perícias médico-legais, no sentido de apurar se a menor foi, ou não, vítima de abuso sexual ou agressão física.
 
Segundo apurou a GMRtv, a adolescente não conseguiu identificar, nem reconhecer o indivíduo, que não pediu qualquer resgate durante o período em que durou o rapto. Esta quinta-feira, a Polícia Judiciária do Porto esteve em S. Torcato para iniciar as investigações.
 
{sapo}keVlUfPUYt4GdgKd8CLL/mov/1{/sapo}