Envelhecimento. Portugal perdeu 14,4 mil habitantes no ano passado

  • Publicado em Atualidade

Portugal continua a encolher em termos populacionais. No final do ano passado, somava 10.267.617 habitantes, menos 14,4 mil do que no ano anterior. E se a diminuição populacional não foi mais acelerada foi porque o saldo migratório melhorou, permitindo um acréscimo populacional de 11.570 pessoas. Sem surpresas, o saldo natural continua negativo e para pior: houve mais 25.980 mortes do que nascimentos, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE). 

Fazendo uma atualização das projeções para 2080, o INE estima que o país estará reduzido a 7,9 milhões de residentes naquele ano, ficando abaixo do limiar dos dez milhões já daqui a 14 anos, em 2033. As mesmas projeções indicam que em 2080 o índice de envelhecimento irá duplicar, passando a ter 291 idosos por cada 100 jovens. Por essa altura, a população com 65 e mais anos de idade passará de 2,2 para 2,8 milhões, sendo que o número de idosos deverá atingir o valor mais elevado em 2048.