João Sousa eliminado por Daniil Medvedev no Masters 1.000 de Monte Carlo

  • Publicado em Desporto
Desaire por duplo 6-1

O tenista vimaranense João Sousa foi hoje eliminado na estreia no Masters 1.000 de Monte Carlo, ao perder com o russo Daniil Medvedev na primeira ronda do torneio monegasco.

João Sousa, 51º classificado do ranking mundial, foi incapaz de contrariar a superioridade de Medvedev, que ocupa o 14º lugar na hierarquia da ATP e é 10º cabeça de série na terra batida de Monte Carlo, perdendo por duplo 6-1, em menos de uma hora de confronto (55 minutos no total dos dois «sets’).

Num embate de sentido único, o tenista vimaranense, de 30 anos, sofreu duas quebras de serviço no primeiro parcial e três no segundo «set», a última das quais permitiu ao russo fechar o encontro, de forma sintomática, ao primeiro «match point» e com um jogo «em branco» de João Sousa.

O tenista português melhor posicionado no ranking mundial, mas que caiu oito lugares na atualização divulgada hoje, perdeu pela segunda vez consecutiva com Medvedev, após a derrota sofrida em São Petersburgo, em setembro de 2018, apesar de se ter imposto no primeiro confronto com o russo, no Estoril, em maio do mesmo ano.