Millennials estão cada vez mais longe de atingir a classe média

  • Publicado em Atualidade

Os jovens entre os 17 e os 35 anos, conhecidos como millennials, têm mais dificuldade em pertencer à classe média e ter um emprego estável do que as gerações precedentes, de acordo com um estudo da OCDE publicado nesta quarta-feira.

“Atualmente, a classe média mais parece um barco que navega em águas agitadas”, afirmou o secretário-geral da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), Ángel Gurría, a propósito de um relatório apresentado com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento.

Intitulado Sob pressão: as classes médias em queda, o estudo mostra que nos países da OCDE, 70% dos baby boomers, a geração que nasceu no rescaldo da Segunda Guerra Mundial, conseguiram entrar na classe média ao atingir a idade dos 20 anos, em comparação com apenas 60% dos millennials.