Google removeu 2,3 mil milhões de “anúncios maus” em 2018

  • Publicado em Atualidade

Em 2018, o Google removeu mais de seis milhões de anúncios problemáticos – disfarçados de notícias, a espalhar desinformação, ou a promover esquemas fraudulentos – das suas páginas por dia. No total, foram removidos cerca de 2,3 mil milhões de anúncios ao longo do ano. É um valor 28% mais baixo do que em 2017, em parte devido a maiores restrições no tipo de publicidade que o Google autoriza. Anúncios a criptomoedas, clínicas de tratamento de dependências, e revenda de bilhetes estão entre as categorias afetadas por novas regras.

“Introduzimos 31 novas políticas sobre anúncios em 2018 para dar resposta a abusos [detetados]”, explicou Scott Spencer, responsável pela área de anúncios sustentáveis do Google, em comunicado. “Quando vimos um aumento no número de anúncios a promover experiências enganosas a utilizadores que procuram centros de tratamento, pedimos ajuda a especialistas e restringimos os anúncios a organizações certificadas.”