Peixe nunca foi tão caro em Portugal como no ano passado

  • Publicado em Atualidade

O ano que acabou fica marcado por dois recordes para o peixe transacionado nas lotas portuguesas: o valor total pescado vendido ascendeu a 205,1 milhões de euros e o valor por quilo foi o mais caro de sempre. O polvo foi a espécie com mais saída.

Segundo revelou nesta segunda-feira o Ministério do Mar, o valor do pescado transacionado nas lotas e postos de Portugal Continental, sob gestão da Docapesca, ascendeu a 205,1 milhões de euros em 2018, um crescimento de 4,9% em comparação com os 195,5 milhões do ano anterior. O pescado transacionado atingiu assim o valor mais elevado desde 2008.