Luís Castro: «A filosofia da equipa é olhar sempre para o lugar que está acima na tabela»

  • Publicado em Atualidade
Técnico fez a antevisão do jogo com o Aves

O treinador do Vitória, Luís Castro, disse hoje que o Desportivo das Aves vai "complicar muito" o objetivo dos vitorianos alcançarem o quarto triunfo consecutivo na Liga, em jogo da 13ª jornada.

Com 21 pontos em 12 jogos, os vimaranenses subiram à quinta posição do campeonato após terem vencido Santa Clara (2-0), Chaves (1-0) e Rio Ave (3-2) e querem prolongar a série triunfal, mas o técnico alertou que a formação avense, apesar de ocupar o 15º lugar, com 10 pontos, e de ter perdido os últimos dois jogos - Nacional (3-2) e Sporting (4-1) - é uma equipa com muita "competência.

"É uma equipa com jogadores extremamente rápidos no ataque. É uma equipa que, na bola parada, já conseguiu golos, é constituída por uma mescla de jogadores experientes e de outros mais novos. É uma equipa boa, que nos vai complicar muito os nossos objetivos para o jogo", disse Luís Castro, na conferência de antevisão ao duelo marcado para sábado, às 18:00, na Vila das Aves.

O «timoneiro» vitoriano acrescentou que o conjunto treinado por José Mota é, ao mesmo tempo, capaz de "ataques muito rápidos", suportados por "uma segunda vaga" que empurra as defesas adversárias para a sua área, e "compacta a defender, com as linhas muito juntas".

Apesar de a equipa avense precisar de pontos para escapar ao fundo da tabela, Luís Castro realçou que a "necessidade dos pontos alimenta todas as equipas do campeonato", e o Vitória também quer "encurtar a distância" para o quarto lugar.

"Quando estávamos no 16º lugar, eu dizia-lhes que rapidamente queria atingir o 15º. Quando estávamos no nono, eu queria o oitavo. Não temos duas caras perante o campeonato. A filosofia da equipa é olhar sempre para o lugar que está acima na tabela", explicou.

Questionado ainda sobre a hipótese de, no futuro, o Vitória lutar pelo título de campeão nacional, Luís Castro reiterou que o clube pode obter classificações crónicas nos cinco primeiros lugares, tendo justificado essa pretensão com a dimensão da massa adepta - esperam-se entre 2.500 e 3.000 adeptos nas Aves -, com as condições do complexo desportivo e com o profissionalismo da "estrutura" vitoriana.

"O Vitória tem condições, no futuro, para estar no leque das equipas que disputam sempre os cinco primeiros lugares. Agora, discutir o título ou não também depende dos valores das outras equipas. Mas o futebol português também tem de ter em conta a forma como as finanças são distribuídas por determinados clubes", observou.

O Vitória, quinto classificado com 21 pontos, defronta o Desportivo das Aves, 15º com 10, no sábado, às 18:00, no Estádio do Clube Desportivo das Aves.