Cultura. 13º edição da «Citânia Viva» realiza-se este fim de semana

  • Publicado em Atualidade
Nas ruínas da Citânia de Briteiros

As ruínas da Citânia de Briteiros vão receber este fim de semana, 27 e 28 de julho, a 13º edição da «Citânia Viva».

Este sábado, 28 de julho, pelas 19 horas, a Citânia abre as suas portas aos visitantes na Casa da Recepção. Pelas 20 horas, na acrópole da cidade proto-histórica, decorrerá o “Jantar Castrejo” em ambiente encenado e pontuado com animações de música e outras; o grupo “Shemoves”, fará apresentações de dança

Já às 21:30 horas, terá lugar um espectáculo de teatro intitulado “Auscus”. Numa das intervenções arqueológicas na Citânia promovidas pela Sociedade Martins Sarmento, foi estudada uma habitação familiar tendo-se concluído que a sua utilização se terá situado no período de entre finais do séc. I a.C. e o séc. I d.C. No decorrer daqueles trabalhos, identificou-se uma inscrição que se admite corresponda ao nome do que terá sido um proprietário da casa: Ausci (genitivo do nome local, romanizado, Auscus, o qual, numa forma adaptada, poderá traduzir-se por “de (ou pertencente a) Ausco”). O autor e encenador, Bruno Laborinho e o grupo cénico que dirige, dramatizam um episódio evocativo de vivências de um citaniense e do ambiente mulifacetado em que se moveu.

[ Programa da Citânia Viva 2018 ]

Sexta-Feira

19:30 | Caminhada à Citânia de Briteiros

20:00 | Refeição e Ritual no Balneário Sul

21:15 | Subida ao Topo da Citânia e Ritual à Lua com Observação do Eclipse

Sábado

19:00 | Abertura da Citânia

20:00 | Jantar Castrejo com o grupo Shemoves e Percussão ao vivo

21:30 | Estreia do Espetáculo «Auscus»

[ Artigo originalmente publicado no dia 25.07.2018 e atualizado este sábado, 28.07.2018 ]