Açúcar dos pacotinhos nas grandes superfícies reduzido para metade

  • Publicado em Atualidade

Grama a grama, gradualmente, vai-se reduzindo o açúcar nos pacotes individuais em Portugal, sem que o consumidor se aperceba. Esta estratégia que arrancou há dois anos com a diminuição da quantidade de açúcar nos pacotinhos usados nos cafés e restaurantes (de oito gramas para um máximo de cinco ou seis) vai ser alargada agora através de um protocolo que é assinado esta quinta-feira com as empresas de distribuição. Nos bares, cafetarias e restaurantes das grandes superfícies, a quantidade máxima de açúcar nas saquetas passará dos atuais oito gramas para apenas quatro, até ao final de 2019.

Mas uma nova redução do volume de açúcar dos pacotes individuais usados nos cafés e nos restaurantes já se perspetiva para breve. No relatório Alimentação Saudável - Desafios e Estratégias 2017/2018 que acaba de ser divulgado no site da Direcção-Geral da Saúde (DGS), está prevista “a revisão do protocolo celebrado com os industriais do café para a redução do volume dos pacotes de açúcar para um máximo de quatro gramas”.