Tribunal da Relação de Guimarães decide extradição de um dos fugitivos mais procurados na Europa

  • Publicado em Atualidade
Foto: O Minho

Jose Manuel Costas Estevez, um dos homens mais procurados na Europa, é interrogado esta terça-feira no Tribunal da Relação de Guimarães, depois de ter sido detido em Esposende, no passado sábado.

O cidadão galego, dono de uma carpintaria, foi condenado à prisão por um esquema que lesou o fisco espanhol em mais de 11 milhões de euros, tendo estado em fuga nos últimos dois anos. O homem foi apanhado pela GNR de Esposende, que se infiltrou num restaurante na freguesia de Belinho e o entregou à PJ e autoridades espanholas.

Jose Estevez tem agora a cumprir uma pena de seis anos de prisão efetiva por um crime de fraude fiscal agravada, devido à alegada emissão de faturas falsas, no valor de 150 milhões de euros e que terão lesado o fisco, de acordo com as decisões já confirmadas pelas instâncias judiciais espanholas.

O espanhol chegou a Guimarães escoltado por inspetores da Polícia Judiciária do Porto e vai enfrentar a justiça portuguesa para perceber se será extraditado para Espanha, onde as autoridades dizem que este galego é o chefe do maior esquema de fraude fiscal descoberto na Galiza.

Jose Manuel Costas Estevez tem três ordens de busca e detenção nos tribunais de Vigo, mas foi a inclusão deste na lista dos 50 fugitivos mais procurados da Europol que deu impulso à investigação.