AvePark. Cinco ideias de negócio da UMinho disputam final do SpinUM

  • Publicado em Atualidade
Esta quinta-feira, às 14:30 horas

Cinco novos projetos ligados à Universidade do Minho disputam esta quinta-feira a final do SpinUM - Concurso de Ideias de Negócio, que atribui prémios e apoios à criação de empresas num total superior a 7500 euros. A sessão tem início às 14:30 horas, no auditório do AvePark, nas Taipas, Guimarães. 

O júri conta com Adão Oliveira (Portugal Ventures), Bernardo Pequito (Beta Capital), André Vieira de Castro (Argacol) e Filipe Vaz (pró-reitor da UMinho). A iniciativa, de entrada livre, é promovida pela TecMinho e cofinanciada pelos programas Noroeste Empreendedor e Compete 2020.

Os projetos incluem um dispositivo multifuncional para a reabilitação do pulso, uma plataforma digital que estrutura e resume textos dispersos, a produção de compostos magnéticos otimizados para limpar efluentes, nanopartículas que transportam fármacos e aplicações em terapia combinada do cancro e, ainda, um software que recria superfícies 3D que são 10.000 vezes mais finas do que um fio de cabelo, que tem gerado interesse internacional.

As cinco ideias designam-se, por ordem de apresentação, “Bioball”, “Enwake”, “MAG2Clean”, “MAG4Biomed” e “TopoSEM”. Foram selecionadas para a final tendo em conta o potencial de mercado, a qualidade da ideia e a capacidade de execução. A entrega dos prémios para o 1º e 2º lugares e para a categoria “Jovens Empreendedores” é pelas 16:50 horas, que inclui valores monetários e serviços de apoio à criação de empresa num total superior a 7500 euros.

[ Artigo originalmente publicado no dia 21.03.2018 e atualizado esta quinta-feira, 22.03.2018 ]