Uso de sacos leves baixou dois milhões em Portugal

  • Publicado em Atualidade

A utilização de sacos leves, os únicos cujo consumo é taxado pelo Governo desde fevereiro de 2015, voltou a cair em 2016. Usaram-se menos dois milhões de sacos do que em 2015, mas a Agência Portuguesa do Ambiente ainda não tem dados em relação ao ano passado. Os sacos de plástico sem asas ou mais grossos escapam à taxa (de 10 cêntimos) e continuam a fazer parte da rotina dos portugueses. Os ambientalistas entendem que, volvidos três anos, é o momento de rever a lei da fiscalidade verde e alargar a contribuição a outros sacos.