«All Star Orchestra» apresenta hoje o espetáculo «Jazz - The Story» no CCVF

  • Publicado em Atualidade
No âmbito do festival Guimarães Jazz 2017

O festival Guimarães Jazz celebra esta quinta-feira «explicitamente» o centenário da primeira edição de jazz da história, com o espetáculo «Jazz - The Story», pelo coletivo americano «All Star Orchestra». O concerto terá lugar no Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor, a partir das 21:30 horas.

Em 2017, o mundo comemora a efeméride dos cem anos decorridos desde a edição, em 1917, do primeiro registo discográfico identificado especificamente com um novo género musical – o jazz – que, à época do seu nascimento, nem sequer beneficiava de uma precisão terminológica que o pudesse identificar estilisticamente.

Criado a partir de uma base sonora informal, baseada sobretudo nos padrões rítmicos exportados pelos escravos africanos para os Estados Unidos da América e nos cânticos dos trabalhadores negros rurais que constituíram também a base do blues, e pese embora a importância da improvisação em tempo real na criação desta música, o jazz evoluiu até ao ponto de ser cristalizado numa gravação sonora (de autoria da Original Dixieland Jass Band), estabelecendo-se assim definitivamente enquanto género musical autónomo e iniciando a partir daí o processo de reconhecimento artístico que viria, décadas mais tarde, a consagrá-lo como uma das mais importantes formas musicais inventadas no século XX. 

É precisamente a celebração desta efeméride o objetivo primordial do projeto Jazz - The Story, um ensemble liderado pelo prestigiado saxofonista Vincent Herring e formado por alguns dos mais requisitados instrumentistas do jazz contemporâneo, tais como o trompetista Jon Faddis, o saxofonista James Carter e o baterista Carl Allen, entre outros. 

Narrado pelo vocalista Nicolas Bearde, este espetáculo constitui simultaneamente uma comovente evocação do extraordinário legado artístico do jazz e uma eloquente revisitação do seu património musical, realizada por um conjunto de talentosos instrumentistas e que, após a sua estreia em janeiro deste ano no clube nova-iorquino Birdland, iniciou uma digressão pela Europa. 

Guimarães será um dos destinos dessa digressão, tendo sido o «Guimarães Jazz» um dos destinos escolhidos para apresentar esta dignificante síntese da história de uma das mais marcantes manifestações artísticas contemporânea – o jazz.