Pescado ficou 31% mais caro em Portugal em seis anos

  • Publicado em Atualidade

Quantidade de peixe transacionada em lota diminuiu 18% desde 2010, mas preço médio por quilo agravou-se em quase 50 cêntimos.

Quem adquire peixe em lota deparou-se, no ano passado, com duas realidades que traduzem bem a lei da oferta e da procura: a quantidade de pescado diminuiu para 104 mil toneladas, correspondendo a 201,7 milhões de euros, com o valor médio por quilo a subir para 1,93 euros, ou mais 46 cêntimos do que em 2010, de acordo com a Docapesca.