115 mil fiadores chamados a pagar dívidas de terceiros

  • Publicado em Atualidade

O número de portugueses que aceitaram ser fiadores de empréstimos bancários caiu no final do ano passado para 1,3 milhões. É o mais baixo desde meados de 2011. Mas há 115 mil que têm razões para estar arrependidos - ficaram com as dívidas de outros nas mãos. São 8,6% do total de fiadores; em junho de 2011, estávamos em plena crise financeira, apenas 7,5% foram chamados a pagar os empréstimos em falta. A culpa é do crédito ao consumo.

Maria B., um destes casos, acabou por ter de pedir ajuda ao Gabinete de apoio ao Sobre-endividado da Deco (GAS). O apelo chegou depois de "uma penhora de salário" por ser fiadora de um crédito que a deixou com encargos que não consegue suportar. "Ganho o suficiente para pagar as minhas dívidas e a penhora, mas não sobra muito para cuidar de mim e dos meus filhos", conta.