Tema do ambiente abrilhanta Carnaval em Guimarães com desfile de 800 idosos

  • Publicado em Atualidade
No Pavilhão Multiusos

A criatividade na confeção de peças de vestuário preparadas pelos utentes de instituições de solidariedade social do concelho de Guimarães, alusivas à candidatura a Capital Verde Europeia, abrilhantou o desfile de “Carnaval Sénior” organizado pela Câmara Municipal de Guimarães, em colaboração com a cooperativa Fraterna e instituições de apoio a idosos do concelho, esta terça-feira, 21 de fevereiro, no Multiusos de Guimarães.

A iniciativa reuniu mais de oito centenas de participantes em representação de 33 IPSS. Os idosos, no âmbito das atividades da Terceira Idade realizadas ao longo do ano, prepararam para o desfile carnavalesco peças de vestuário onde se realçaram os temas da Água, Natureza e Biodiversidade, os 4 Elementos, Reciclagem, Resíduos, Rio Ave, Transporte Local, Turismo e Áreas Verdes.

«Carnaval é alegria e esse é o compromisso que eu tenho com vocês! Guimarães é um concelho amigo da juventude, dos pais e dos avós, mas também das pessoas que, com alegria, inteligência e coração, dão carinho todos os dias aos idosos que estão nas vossas instituições», afirmou Domingos Bragança, Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, que propôs, no futuro, a realização de um desfile sénior no Centro Histórico.

No Multiusos, os participantes desfilaram as suas fantasias por grupos temáticos, acompanhados por músicas carnavalescas. «Não há limite de idade para a fantasia e para o sonho e esta é a demonstração que Guimarães dispõe de uma cultura humana de excelência. Sejam felizes e sorriam sempre, pois o sorriso é o espelho da alegria», acrescentou ainda o responsável pelo Município.

Carnaval mais verde

Na edição deste ano, sob o tema da Água, participaram a Casa de Caldelas, Casa do Povo de Fermentões, Centro Comunitário de Solidariedade e Integração Social de Tabuadelo, Centro Social Nossa Senhora do Carmo, Centro Social e Paroquial Nossa Senhora da Conceição, Centro Social da Paróquia de Santa Eulália de Nespereira, Fraterna, Real Irmandade de Nossa Senhora da Consolação e Santos Passos, Venerável Ordem Terceira de S. Domingos e Venerável Ordem Terceira de S. Francisco.

Em seguida, com o tema da “Natureza e Biodiversidade”, desfilaram utentes da Associação de Paralisia Cerebral de Guimarães, Casa do Povo de Briteiros e Centro Social da Irmandade de S. Torcato, enquanto a Fundação Casa do Paço, devido a um imprevisto, não pôde estar presente. O Centro Social Paroquial de Gondar, Centro Social e Paroquial de Ronfe, Centro Social Paroquial S. Cristóvão de Selho e Lar Beneficente de S. Jorge representaram os “4 Elementos” da natureza.

Reciclagem foi o tema do Centro Social e Brito e Centro Social de Guardizela, ao passo que a cooperativa Castreja (Gerações em Movimento), o Centro Social Padre Manuel Joaquim de Sousa e Sala Convívio de Barco participaram no desfile representando a temática dos Resíduos. Por sua vez, o Centro Social D. Manuel Monteiro de Castro, o Centro Social Recreativo e Cultural de Campelos e Encontro de Saberes apresentaram o rio Ave como tema da indumentária.

No cortejo de Carnaval, participaram também a Casa do Povo de Creixomil, o Centro Social e Paroquial de Polvoreira, Centro Social e Paroquial de Mascotelos-Santiago e Lar de Santo António com o tema Transporte Local. Já os utentes da Santa Casa da Misericórdia de Guimarães adotaram peças de vestuário alusivas ao Turismo e a Academia da Razão referente à temática das Áreas Verdes. Neste desfile, participaram ainda a Ami-Clihotel de Guimarães, Centro Sociocultural Desportivo de Sande S. Clemente, Grupo Bem Viver e Grupo Sénior de Infantas.