Um terço dos alunos do profissional abandona os cursos antes do fim

  • Publicado em Atualidade

O retrato do ensino em Portugal elaborado pelo Conselho Nacional de Educação apresenta o ensino secundário como "uma antecâmera" do abandono escolar.

A modalidade de ensino que o Governo quer privilegiar em Portugal é por agora a que regista uma maior percentagem de abandono: em 2014/2015, último ano com dados, 34% dos alunos que estavam em cursos profissionais desistiram. Uma das metas do Governo PS, também definida pelo anterior Executivo PSD/CDS, é o de ter pelo menos 50% dos alunos do ensino secundário a frequentar cursos profissionais.

Mas o panorama oferecido por estes cursos está longe de ser animador. À elevada percentagem de abandono, revelada no relatório sobre o Estado da Educação 2015, que será apresentado nesta segunda-feira, junta-se outro dado divulgado recentemente pela Direcção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência: apenas 16% dos diplomados com cursos profissionais prosseguem para uma universidade ou politécnico. Já o mesmo acontece com 80% dos jovens dos chamados cursos científico-humanísticos.