Negociadores da PSP já salvaram mais de 100 vidas

  • Publicado em Atualidade

Usam a palavra como uma arma para levar suspeito a sair de forma pacífica sem causar mais danos.

A principal missão dos negociadores da Polícia é salvar a vida dos eventuais reféns, mas também do sequestrador ou do barricado e evitar que haja baixas nas fileiras da PSP. Só com a arma da palavra têm de conseguir demover o sequestrador sem causar mais danos. 

O processo pode demorar minutos, horas ou dias. Ao longo dos últimos anos, os negociadores da PSP conseguiram salvar mais de 100 vidas, algumas vezes arriscando a sua. São cerca de 50, em todo o país, os homens e mulheres que trabalham para a Polícia e são chamados sempre que há uma situação de barricados, com ou sem reféns, ou tentativas de suicídio com arma de fogo. 

Desde 2003, a chamada Equipa Central de Negociação da PSP esteve envolvida em 124 situações. Em 87,8 % dos casos, apenas com o poder da comunicação, sem disparar um único tiro, conseguiram resolver as situações, com o chamado opositor a entregar-se pacificamente.