6ª edição do GUIdance arranca esta quinta-feira com estreia absoluta

  • Publicado em Atualidade
Com peça de Victor Hugo Pontes

O GUIdance - Festival Internacional de Dança Contemporânea, em Guimarães, volta a marcar, a partir desta quinta-feira e até 13 de fevereiro,  o calendário cultural de inverno do país pelo 6º ano consecutivo.

Em 9 peças que compõem o programa deste ano do GUIdance, há duas estreias absolutas, sendo uma delas apresentada esta quinta-feira, pelas 22 horas, no Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor.

“Se alguma vez precisares da minha vida, vem e toma-a” dá início à edição 2016 do festival. “A Gaivota”, de Anton Tchékhov, é o ponto de partida para a nova criação de dança de Victor Hugo Pontes.

Segundo o coreógrafo “As premissas são respeitar o texto, mas não o dizer; pesquisar como os bailarinos ou intérpretes o podem dizer com o corpo; o que o resultado pode significar. ´A Gaivota´ surgiu como uma escolha posterior. É um texto que adoro e que gostaria de fazer. Senti que era altura de o fazer da forma como o estou a trabalhar agora, muito mais ligado ao corpo do que à voz, ao texto ou à palavra. Também importa o facto de que adoro Tchékhov. ´A Gaivota´ é uma história de amor e desamor, e tem a dimensão do espetáculo dentro do espetáculo, que me agrada muito.”