40% dos pais portugueses acha que filhos viverão pior do que eles diz estudo

  • Publicado em Atualidade

Os pais portugueses (40%) antecipam para os filhos uma situação financeira pior do que a sua, o dobro da média europeia, e 33% dos jovens pondera emigrar, segundo um relatório da Intrum Justitia divulgado esta quarta-feira.

Realizado a partir de dados recolhidos numa pesquisa realizada em simultâneo junto de 22.400 europeus de 21 países, o European Consumer Payment Report visou “conhecer a situação e saúde financeira das famílias”, concluindo que, “para fazer face às despesas e chegar ao fim do mês, os cidadãos europeus continuam a enfrentar grandes desafios”.

Em Portugal, 40% dos entrevistados, mais do dobro da média europeia de 17%, afirmou acreditar que os filhos “viverão pior do que eles” porque terão que enfrentar "maiores dificuldades financeiras".