PSP de Guimarães apresentou programa de celebração dos seus 141 anos (vídeo)

  • Publicado em Sociedade

Uma exposição de armas “com grande valor histórico”, como a que matou Humberto Delgado, é um dos destaques das comemorações do 141º aniversário do Comando Distrital de Braga da PSP, que vão decorrer a 29 e 30 de maio.

As comemorações, cujo programa foi hoje divulgado em conferência de imprensa, decorrerão em Guimarães e incluirão ainda uma demonstração policial para alunos e uma exposição de meios policiais.

A exposição de armas estará patente no Museu Alberto Sampaio e mostrará armas que são declaradas perdidas a favor do Estado e a que a PSP tem vindo a dar afetação museológica.

Para o efeito, são escolhidas as armas antigas, históricas, com história ou referenciadas a algum evento ou personagem histórica relevantes.

Segundo uma nota da PSP, a exposição “é já considerada uma coleção de vulto, não só pela quantidade de armas, como pela existência de algumas peças com grande valor histórico, patrimonial e económico”.

“A exposição inclui a arma que matou Humberto Delgado”, disse o comandante distrital da PSP, Pedro Teles. Conhecido como “general sem medo”, Humberto Delgado foi assassinado em 13 de fevereiro de 1963, por agentes da PIDE, em Badajoz, Espanha.

A demonstração policial para alunos contará com uma demonstração do Grupo Operacional Cinotécnico e incluirá a atuação da Banda da PSP do Comando Metropolitano do Porto.

Na exposição de meios policiais, haverá para ver viaturas antigas, como um “Carocha” e uma Vespa, mas também outras da atualidade.

Do programa das comemorações, destaque ainda para um concerto solidário pela Banda Sinfónica da PSP, no Centro Cultural Vila Flor, em que o público será convidado a levar bens alimentares não perecíveis para posteriormente serem distribuídos pelos mais desfavorecidos.

A sessão comemorativa dos 141 anos da PSP de Braga será presidida pela secretária de Estado da Administração Interna, Isabel Oneto, de quem Pedro Teles espera alguma “prenda” para o comando que dirige. “Temos muitas prendas para receber, qualquer uma que venha será bem-vinda”, referiu, sem querer especificar.

 

 

[ Formato Sapo.pt ]

 

[ Formato YouTube.com ]