D. Ximenes Belo «honrado com receção» em Guimarães (vídeo)

  • Publicado em Sociedade
Bispo Emérito de Díli em Guimarães

O Bispo Emérito de Díli (Timor) e Prémio Nobel da Paz, D. Carlos Ximenes Belo foi recebido em Guimarães pelo Presidente do Município, Domingos Bragança, na Câmara Municipal, presidindo no dia seguinte às cerimónias eucarísticas da 122ª Grande Peregrinação à Penha.  

«Agradeço a solidariedade e simpatia dos portugueses. Em Timor Leste, na nossa 4ª classe, conhecíamos melhor Portugal do que a nossa própria cultura. Sabíamos as dinastias, os rios, os vales, a importância de Guimarães, uma herança portuguesa que fica nas nossas almas», enalteceu D. Ximenes Belo, que ofereceu a Domingos Bragança um livro sobre a história da Igreja timorense.

«Para nós, vimaranenses, é uma honra ter em Guimarães uma referência das causas humanitárias, uma ilustre personalidade com uma grande sabedoria, tranquilidade e coragem, que teve capacidade e competência para interceder na libertação de um povo, pondo fim à dor», afirmou o Presidente da Câmara Municipal, introduzindo na sessão o tema dos refugiados sírios.

«Também trazemos na nossa carne a experiência de sermos refugiados!», mencionou o Bispo Emérito de Díli (Timor), lembrando episódios da história, desde 1912, em que o povo timorense procurou acolhimento noutros países. «Que as entidades europeias sejam generosas», desejou, referindo que, em 2015, comemoram-se 500 anos do primeiro encontro de navegadores portugueses com timorenses e 450 anos em que decorreu a colonização. «São anos de cultura e tradições que queremos manter. Rezarei pela paz em Portugal e no mundo», sintetizou.

 

[ Formato Sapo.pt ]



[ Formato YouTube.com ]