UMinho. Especialistas dão dicas sobre como patentear inovações

  • Publicado em Educação
Esta terça-feira

A TecMinho, interface da Universidade do Minho, realiza esta terça-feira, dia 24, no espaço B-Lounge da Biblioteca do campus de Azurém, em Guimarães, o seminário “Importância da propriedade industrial e patentes na área de biotecnologia”.

A iniciativa visa dar a conhecer as vantagens para as empresas de protegerem as suas criações, as diversas modalidades de proteção e os requisitos associados às patentes na área da biotecnologia. Do programa destaca-se às 11:30 horas a intervenção de Anabela Carvalho, mandatária europeia da Patentree, empresa que atua no domínio da propriedade intelectual, operando em vários países da Europa, nos Estados Unidos da América e outras potências mundiais. Na sessão, intitulada “Patentes em Biotecnologia - Do’s and Dont’s”, a oradora vai explicar como proteger um princípio ativo, entre outros aspetos.

Este seminário insere-se no ciclo de eventos promovidos pela TecMinho no âmbito do projeto “Value Intellectual Property for SMEs”, cujo principal objetivo é melhorar de forma sustentável os serviços de apoio às Pequenas e Médias Empresas no que diz respeito à valorização da propriedade intelectual no mercado. Este projeto financiado pela Comissão Europeia envolve 45 entidades de vários países, incluindo a TecMinho.