Francisco de Holanda representa Guimarães no Parlamento Jovem Europeu (vídeo)

  • Publicado em Educação

Está definida a escola que vai representar Guimarães no Parlamento Jovem Europeu (PJE), no mês de maio, em Neuchâtel, depois de ter obtido a melhor pontuação na primeira fase do projeto, que decorreu esta quarta-feira, 14 de março, no Centro Cultural Vila Flor. A Escola Secundária Francisco de Holanda, pelo segundo ano consecutivo, foi apurada através de uma avaliação do júri interno, composto pelos participantes da sessão parlamentar, e por um júri externo, nesta primeira fase.

Na edição deste ano participaram ainda as Escolas Secundárias Martins Sarmento, Caldas das Taipas e Santos Simões, assim como a Escola Profissional Cisave, na celebração do 10.º aniversário do Parlamento Jovem Europeu.

Na abertura da sessão, a vice-presidente e vereadora da Educação da Câmara Municipal de Guimarães congratulou a “participação ativa dos jovens” na construção e defesa das suas ideias para o futuro da sociedade. “É importante ver estes jovens a apresentarem as suas ideias e a defenderem os melhores pontos de vista. A importância deste tipo de iniciativas deve ser elevada e, em vez das cinco escolas do concelho que temos nesta sessão, deveríamos ter todas as escolas envolvidas, com os jovens a argumentarem as suas ideias. Isso é crucial para o perfil dos nossos jovens no século XXI”, salientou Adelina Pinto. A vereadora do Município de Guimarães destacou as políticas de participação que têm sido desenvolvidas pela autarquia, como os projetos do Eco Parlamento e Orçamento Participativo.

“A Câmara Municipal de Guimarães está a dar voz aos jovens, para terem opiniões e defenderem as suas ideias. É fundamental aquilo que cada um pode dar, sozinhos ou em grupo, enquanto cidadão e com contributos na construção do futuro de uma cidade”, frisou Adelina Pinto, alertando que “o maior erro que podemos cometer é pensar que podemos estar a deixar um mundo melhor, mas não o mundo que os nossos jovens pretendem ter”.

O PJE promove uma reflexão estruturada sobre temas inscritos na agenda política europeia e/ou assuntos relevantes no espectro nacional/local, fomentando os laços de amizade e confraternização entre os jovens/municípios participantes. Para o ano de 2018, o PJE assumiu como tema: “Participação através da ação: quais as formas de envolvimento de e para a juventude?”. Com base na estratégia de desenvolvimento e aprofundamento das relações multilaterais europeias, as escolas apresentaram os trabalhos em língua inglesa, iniciando depois um debate plural sobre as diferentes perspetivas oferecidas.

A 2.ª fase do Parlamento Jovem Europeu decorre em maio, na cidade de Neuchâtel, Suíça, em conjunto com os as cidades geminadas de Igualada (Espanha), Tacoronte (Espanha), Kaiserslautern (Alemanha), Compiègne (França) e ainda Guimarães (Portugal).

 

 

[ Formato Sapo.pt ]

 

[ Formato YouTube.com ]