Luís Castro: “As exibições têm de corresponder com resultados”

  • Publicado em Desporto
Treinador do Vitória analisou o desaire com o Tondela

O técnico do Vitória mostrou-se desagradado com a eliminação da Taça da Liga, após perder em casa com o Tondela (0-2), realçando que as “exibições têm de corresponder com resultados”. 

“Faltou termos concretizado nos 20 remates que fizemos e ter eficácia defensiva nos oito remates do Tondela. O Tondela foi muito eficaz, o que contrasta com a nossa falta de eficácia”, disse Luís Castro.

“Quando perdem, os treinadores nunca gostam das exibições porque as exibições têm de corresponder com resultados - não nos podemos ficar por jogar bem. Estivemos sempre por cima até o Tondela marcar, depois o 1-0 tirou-nos alguma confiança. Depois do 2-0 tivemos a lesão do Venâncio e, na prática, ficámos a jogar com dez. A nossa produção caiu, embora a equipa não tenha perdido a vontade de marcar. Não estou contente com a exibição porque tem de haver correspondência em golos”, acrescentou.

“Independentemente do que acontecer no Vitória, a justificação das derrotas nunca será pelo que um ou outro jogador possa ter feito de errado. Será sempre o treinador, eu sou o treinador e sou eu que assumo”, concluiu o treinador do Vitória.