Partida oficial do Rally de Portugal esta quinta-feira em Guimarães

  • Publicado em Atualidade
Carros de competição vão percorrer locais mais emblemáticos da cidade

A partida oficial do primeiro carro da edição deste ano do WRC Vodafone Rally de Portugal está marcada para as 18h10 desta quinta-feira, 17 de maio, no Campo de São Mamede, junto ao Castelo de Guimarães, de onde sairão os 88 carros em direção ao centro da cidade, com passagem simbólica em frente à estátua de D. Afonso Henriques.

Os carros de competição vão percorrer ainda alguns dos locais mais emblemáticos da cidade, desde o Largo da Mumadona, Avenida Alberto Sampaio (Muralha), Alameda de São Dâmaso e Largo do Toural, conhecido como a sala de visitas de Guimarães cuja praça será contornada pelos pilotos em direção à Avenida D. Afonso Henriques, seguindo para Urgezes com destino à autoestrada (A11).

A cerimónia de partida em Guimarães irá privilegiar o público que terá todas as condições para assistir à sessão de abertura do Rally de Portugal. Os pilotos começam chegar ao parque fechado do Campo de São Mamede durante a tarde e entre as 17h25 e as 17h45, decorrerá uma sessão de autógrafos com os pilotos numa das tendas do recinto.

Sustentabilidade ambiental

A sustentabilidade ambiental é um fator decisivo e obrigatório de todas as provas do WRC 2018. Nesse âmbito, o Rally de Portugal foi certificado com o nível máximo de certificação ambiental da Federação Internacional do Automóvel - Achievement of Excellence. O Vodafone Rally de Portugal vai assinalar o Dia Internacional da Reciclagem (17 de maio) com várias mensagens e iniciativas que visam sensibilizar o público a juntar-se à organização da prova para minimizar o impacto Segurança é responsabilidade de todos. As zonas destinadas aos espetadores estão assinaladas a verde, todas as outras áreas são de acesso interdito. É fundamental que respeite a sua própria segurança e a do Rally em geral.

Campeonato do Mundo de Ralis

O primeiro dia de prova, quinta-feira 17 de maio, começa em Paredes com o Shakedown, o derradeiro teste para os pilotos e os carros, antes da cerimónia de partida oficial em Guimarães. Dali, o pelotão segue para o Circuito de Lousada para a única Super Especial do rally, onde acontece o primeiro momento de competição da prova.

Sexta-feira, 18 de maio, a edição é disputada quase toda nos troços do Alto Minho, com dupla passagem pelos troços de Viana do Castelo, Caminha e Ponte de Lima, todos eles a sem alterações face ao ano anterior. O final do dia faz o rally regressar ao centro da cidade do Porto. O Porto Street Stage surge com um percurso renovado, dois anos após a estreia.

O dia de sábado arranca com a classificativa de Vieira do Minho, seguindo para Cabeceiras de Basto, na Serra da Cabreira, e, como é já tradição, a incontornável classificativa de Amarante, que com os seus 37,6 km, volta a ser a Especial mais longa e uma das mais exigentes do rally.

O último dia de prova é uma homenagem do Rally de Portugal e do Automóvel Club de Portugal ao concelho de Fafe, palco de todos os troços de domingo. A cerimónia de pódio volta a ter lugar na Marginal de Matosinhos.