"Acabámos intranquilos. Mas foi um excelente jogo, durante 70 minutos tivemos o controlo"

  • Publicado em Desporto
Técnico reconheceu que a reação flaviense provocou intranquilidade

O treinador do Vitória gostou da exibição da sua equipa, contudo, mostrou-se preocupado com a parte final do jogo em que o adversário conseguiu marcar dois golos, reconhecendo que a reação flaviense provocou intranquilidade.

"Sofrimento no final? Foi o estado anímico. Não entrámos tão bem no jogo, foi o primeiro em casa mas dou muito mérito ao adversário. A partir dos 15 minutos começámos a equilibrar e a criar oportunidades. O segundo golo foi um hino às jogadas coletivas", disse Pedro Martins.

"Estivemos até mais perto do 4-0, com situações flagrantes que não marcámos e depois quando o Chaves marcou ficámos algo perturbados. Acabámos intranquilos. Mas foi um excelente jogo, durante 70 minutos tivemos o controlo", afirmou o treinador.

"Teve a ver com a nossa agressividade, sempre muito pressionantes e a ocupar bem o espaço. Queria salientar também o nosso apoio, foi pena acabar com 3-2, podia ter sido muito mais agradável. Faz parte do crescimento, aprendemos com os erros. Mas parabéns à minha equipa, tal como às outras. As três equipas estiveram muito bem. Jogaram jovens na nossa equipa. Temos ambiente saudável que ajuda a adaptação", concluiu o técnico do Vitória.