Pedro Martins quer aproveitar “evolução” recente do Vitória para bater o D. Chaves

  • Publicado em Desporto
Jogo esta quinta-feira

O treinador do Vitória, Pedro Martins, disse esta quarta-feira que a equipa pode beneficiar do "crescimento no processo de jogo" para bater o Desportivo de Chaves, no encerramento da primeira jornada da Liga.

Na quinta-feira, o técnico inicia o segundo campeonato consecutivo ao ‘leme’ dos vitorianos, após o quarto lugar da época anterior, e realçou que a equipa manteve a "espinha dorsal", mas tem igualmente "muita juventude no seio do grupo", acreditando que a "evolução" até agora registada pode valer o triunfo na receção aos flavienses.

"Nada nos impede de querer conquistar os três pontos. Daquilo que tenho observado nestas últimas cinco semanas, tenho observado um crescimento no processo de jogo bastante significativo e isso dá-me otimismo para o futuro", afirmou Pedro Martins, na conferência de antevisão ao jogo.

O técnico antecipou um jogo "vivo" e de "qualidade", à semelhança dos quatro em que as equipas se defrontaram na época passada, frente a um adversário com "jogadores experientes", que vai "lutar pelos lugares cimeiros", a seu ver, está "bem orientada" pelo técnico Luís Castro, com "nuances diferentes" num "processo já muito bem assimilado.

Pedro Martins revelou ainda o desejo do Vitória começar a fazer do Estádio D. Afonso Henriques a sua "fortaleza" no jogo com os transmontanos, dando "continuidade" à segunda volta da época anterior - 17 pontos ‘caseiros’, contra 12 da primeira.

O treinador revelou que o facto de o plantel contar, neste momento, com sete jogadores oriundos da equipa B, que milita na 2ª Liga, vai requerer "alguma paciência" até os "jovens" se elevarem aos "patamares de exigência" e ajudarem o Vitória quer a fazer um "excelente campeonato", quer a "passar da fase de grupos" da Liga Europa.

Questionado ainda sobre a possibilidade do clube garantir mais reforços até ao encerramento do ‘mercado de verão’, Pedro Martins respondeu que o clube "sabe o que pretende para atacar várias frentes" e que "tudo pode acontecer" até 31 de agosto, tendo preferido mencionar o potencial de jovens como Hélder Ferreira, Kiko, Oscar Estupiñán, Rúbeno Oliveira, Marcos Valente e Sacko.

O Vitória recebe o Desportivo de Chaves no jogo de encerramento da primeira jornada, pelas 21 horas de quinta-feira, no Estádio D. Afonso Henriques, em jogo que será dirigido pelo árbitro Luís Godinho, da Associação de Futebol de Évora.