Taça Davis. João Sousa tornou-se ainda mais histórico para Portugal

  • Publicado em Desporto
Portugal vai disputar o play-off de acesso ao Grupo Mundial

O tenista João Sousa converteu-se este domingo no ‘herói’ nacional ao conquistar, frente ao ucraniano Artem Smirnov, o ponto que garantiu que Portugal vai disputar, pela segunda vez na história, o ‘play-off’ de acesso ao Grupo Mundial da Taça Davis em ténis.

Autor dos mais gloriosos feitos do ténis nacional, o vimaranense escreveu hoje mais uma página na sua e na história da modalidade em Portugal, ao vencer Artem Smirnov, por 7-6 (7-3), 7-6 (7-2) e 6-2, para garantir que a seleção estará, 23 anos depois da sua primeira e única presença, a lutar pela subida ao grupo de elite da principal competição por nações.

Depois de, ao lado de Gastão Elias, ter sido derrotado no compromisso de pares este sábado, Sousa colocou sorrisos no rosto de todos os portugueses ao derrotar o ucraniano Artem Smirnov, pelos parciais de 7-6(3), 7-6(2) e 6-2, num encontro equilibrado, resolvido ao cabo de 2h31.

Ao fim de duas partidas iniciais com o equilíbrio a prevalecer, Sousa conseguiu mostrar-se superior na ponta final, apresentando maior lucidez e frescura física. No primeiro parcial, o pupilo de Frederico Marques chegou a salvar dois set points perante um jogador ucraniano a jogar ao seu melhor nível durante grande parte do duelo.

Com esta vitória, Portugal volta a fazer história, depois de em 1994 tê-lo feito também. Nessa altura, a seleção portuguesa bateu uma forte Inglaterra por 4-1 para seguir até ao play-off do Grupo Mundial, no qual cedeu por 4-0 perante a Croácia.