"Podem esperar o Rafael Martins que viram hoje, que viram no último jogo"

  • Publicado em Desporto
Avançado marcou pelo segundo jogo consecutivo

O avançado Rafael Martins, autor de um golaço que abriu o marcador no Estádio D. Afonso Henriques diante o Rio Ave, considera que está mais bem adaptado no Vitória, depois de ter passado por momentos difíceis, por estar sem ritmo de jogo.  

"Queria fazer um desabafo pessoal. Cheguei aqui e passei por um momento difícil, vinha sem ritmo de jogo. Queria agradecer a toda a minha família, a todas as pessoas que sempre estiveram do meu lado e acreditaram em mim. Graças a Deus, tive a felicidade de fazer o segundo golo em dois jogos seguidos", disse o avançado.

"Creio que foi isso. Cheguei aqui e a equipa já estava com entrosamento, tinha um plano de jogo. Pouco a pouco, fui-me adaptando. Os companheiros tornaram fácil a minha adaptação", quando questionado sobre a falta de ritmo.

"Podem esperar o Rafael Martins que viram hoje, que viram no último jogo: a procurar dar tudo, ajudar o Vitória a conquistar o quarto lugar, que é o nosso objetivo", afirmou o dianteiro, que marcou pelo segundo encontro consecutivo.

"O Rio Ave tem uma equipa muito boa. Sabíamos que ia ser um jogo muito difícil. Acho que há também que deixar uma salva de palmas para os nossos adeptos, que foram fantásticos. No segundo tempo, vibraram connosco, a nossa equipa entrou um pouco mais forte e conseguimos golos", disse o atleta.

"Com a exibição de hoje e com o que vimos fazendo na competição, é um objetivo acessível. Há muito campeonato pela frente, muitos pontos para disputar. Agora, é descansar. Temos 15 dias para trabalhar bastante e recuperar para o próximo jogo", concluiu Rafael Martins.

Vídeo: Sapo Desporto