Regresso de Peeping Tom a Guimarães marca 12º aniversário do CCVF (vídeo)

  • Publicado em Cultura
Dia 17 de setembro

O Centro Cultural Vila Flor celebra 12 anos de existência, no próximo dia 17 de setembro, com um espetáculo verdadeiramente marcante que assinala também o regresso a Guimarães da consagrada companhia belga Peeping Tom. O espetáculo tem início marcado para as 21:30 horas, no Grande Auditório do CCVF.

Descrito pela crítica internacional como uma obra “absolutamente fora de série”, “Moeder” (Mãe) cruza o teatro, a dança e o cinema, para nos levar numa viagem à condição humana. A peça cria conexões que inundam o limite entre sofrimento, luto e festejo, entre manter ou deixar ir, estrutura e loucura. Passado, presente e futuro tentam desesperadamente aguentar o tempo cíclico de um arquétipo da natureza humana: a figura da mãe. 

Conhecida em todo o mundo pela sua peculiar estética artística, a companhia Peeping Tom, através da sua coreógrafa e cofundadora Gabriela Carrizo, traz ao CCVF uma peça de uma sensibilidade extrema que junta o belo ao grotesco numa obra que parte do luto sobre a morte da sua mãe para se ampliar para outros sentimentos, sentidos e sensações. O cenário, em si mesmo uma obra de arte, retrata uma série de locais bem reconhecíveis que se vão transmutando para dar corda à narrativa da história: uma maternidade, um velório, um estúdio de gravação, um museu, todos eles locais onde o público e o privado se fundem.