Presidente da Câmara quer vimaranenses envolvidos em «Concurso de Ideias»

  • Publicado em Concelho
Proposta de âmbito concelhio começa esta 2ª feira

Um concurso de ideias e propostas para Guimarães, alargado a todo o território municipal e a toda a população, sobre o modo como se deve alicerçar e potenciar o crescimento e desenvolvimento do concelho, sempre na correspondência da procura da melhor urbanidade, é um dos objetivos da iniciativa apresentada publicamente pelo Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, em janeiro.

Com esta medida, Domingos Bragança pretende homenagear o espírito crítico e interventivo da comunidade vimaranense, convocando-a para participar e influenciar o pensamento e desenvolvimento sobre e da cidade, reunindo propostas capazes de contribuir para o crescimento e aprofundamento de uma estratégia urbana «mais assertiva, dinâmica e atenta», bem como fomentar a participação pública, envolvendo um conjunto de pessoas que agem sobre o território, chegando a todo o concelho.

«Desejo muito que os vimaranenses participem neste concurso! A cidadania ativa é fundamental e a participação pública é, cada vez mais, um pilar indispensável de um desenvolvimento urbano dinâmico e assertivo, na resposta às necessidades e vontades da nossa comunidade». Estão todos convocados para construir o futuro de Guimarães», afirmou o Presidente da Autarquia, que anunciou, em paralelo, a encomenda de um estudo ao arquiteto Fernando Seara de Sá, tendo em vista a discussão pública da pedonalização e do aparcamento no centro da cidade.

Calendário da iniciativa

A publicação do regulamento na página de internet da Câmara e o início do concurso será esta segunda-feira, dia 06 de fevereiro, e a entrega das propostas decorre até 12 de maio, enquanto no dia 15 será feita a publicitação das ideias e das propostas entregues. Até 30 de junho, decorrerá a avaliação e seleção das propostas e no dia 07 de julho são publicados os resultados. Para julho, está marcado também um seminário e a respetiva entrega dos prémios.

«A comunidade vimaranense possui um sentido de pertença e identidade com o território que habita, expressando e reclamando ciclicamente espaço e oportunidade para participar e influenciar o desenvolvimento de Guimarães, que fervilha de projetos, ideias, perspetivas de investimento que importa conhecer e conjugar, aproveitar e rentabilizar para depois optar, sintetizar e concretizar», disse Filipe Fontes, Diretor do Departamento de Urbanismo e de Promoção do Desenvolvimento.

Em formato digital ou papel, toda a população, entidades e empresas naturais e sedeadas em Guimarães podem participar. O concurso terá três momentos: reflexão, ideia e a intervenção de modo a permitir diferentes abordagens e aprofundamentos. O júri é constituído por três elementos: gestor político, representante técnico municipal e Universidade do Minho. Haverá prémios pecuniários para a melhor ideia proposta nas três formas de participação. O endereço de email para obter esclarecimentos adicionais é o seguinte: <Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.>

[ Artigo originalmente publicado no dia 24.01.2017 e atualizado esta segunda-feira, 06.02.2017 ]