Número de casais desempregados cai face ao ano passado em Portugal

  • Publicado em Atualidade

O número de casais em que ambos os cônjuges estão desempregados atingiu, no final de agosto, 9072, uma redução de 14,4% face ao mês homólogo, e uma subida de 0,2% em relação ao mês anterior.

De acordo com o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), face a agosto do ano passado havia menos 1521 casais em que ambos os cônjuges estavam desempregados. Por outro lado, comparando com julho, o número de casais aumentou em 22.

A Lei nº 4/2010, de 5 de maio, veio introduzir a obrigação de constar nas bases de dados do IEFP o estado civil do desempregado, ou situação equiparada, e a condição laboral do cônjuge, devendo ser publicada a informação estatística referente ao número de casais em que ambos os cônjuges se encontram na situação de desemprego.

No final de agosto de 2017, estavam registados nos serviços de emprego do continente 392.182 desempregados, dos quais 46% eram casados ou viviam em situação de união de facto, totalizando 180.494.

O número de desempregados casados ou em situação de união de facto caiu 17,1% face ao mesmo mês de 2016 (menos 37.245 desempregados), enquanto aumentou 0,3% (mais 599 desempregados) face a julho de 2017.