Nélson Silva da Cercigui no grupo de atletas que conquistaram a medalha de ouro

  • Publicado em Atualidade
3º Campeonato do Mundo de Atletismo IAADS

O atleta Nelson Silva da Cercigui faz parte do grupo de atletas com Trissomia 21 que  conquistaram a medalha de ouro e bateram o novo recorde do mundo em estafeta masculina dos 4/100m, no 3º Campeonato do Mundo de Atletismo IAADS.

Do grupo, além de Nélson Silva, fazem parte igualmente João Machado, Nuno Fernandes e Luís Gonçalves todos Campeões do Mundo em Estafeta com síndrome de Down. 

A outra medalha de ouro da 2.ª jornada foi alcançada por Francisco Gouveia, nos 1.500m Marcha Mosaico com 10.23.59, também com recorde do mundo.

Em evidência esteve também Nuno Fernandes nos 400m T21 que obteve a medalha de prata e o recorde da europa, com o tempo de 72.96. A vitória foi do superfavorito costarriquenho Hector Garcia que com os 69.05 retirou o recorde do mundo ao italiano Simone Nieddu (73.08).

A outra medalha de prata foi alcançada por Helena Soares nos 1.500m Marcha T21 com 13.07.53, sendo que os bronzes foram para André Silva também nos 1.500m Marcha T21 com 11.17.90, para João Machado no lançamento do peso T21 com 9.60 e consequente recorde nacional, ainda para Francisco Gouveia também no peso, mas para mosaicos com 5.56, para Luís Gonçalves no salto em comprimento T21 com 3.61 e, por fim, para a estafeta feminina dos 4x100m composta por Helena Soares, Elsa Taborda, Susana Castro e Jennifer Nogueira com 1.30.81.

Ao fim do 2.º dia de provas Portugal segue em 2.º lugar na Classificação Coletiva com 157 pontos e 15 medalhas (4 ouro, 5 prata e 6 bronze), atrás da África do Sul com 193 pontos e à frente da Itália com 122 pontos.